Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Economia

Dilma e Christina Kirchner discutem relações econômico-comerciais

Agência Brasil

Brasília - A presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, faz hoje (29) sua primeira visita ao Brasil durante o governo de Dilma Rousseff. O encontro das duas faz parte da agenda bilateral que pretendem manter e é também uma retribuição de Cristina Kirchner à presidenta brasileira que escolheu a Argentina como destino de sua primeira viagem internacional, em janeiro deste ano.

A agenda das presidentas começa com uma reunião privada, seguida de reunião ampliada com a participação de ministros dos dois países, declaração à imprensa e almoço.

O interesse de empresas argentinas em participar das das obras para a Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, deve estar entre os assuntos discutidos pelas presidentas.

Embora vigorem restrições impostas pelo governo da Argentina a uma série de produtos brasileiros, esse não deve ser um tema central de discussão entre as duas, de acordo com o ministro de Relações Exteriores, Antônio Patriota. O governo brasileiro prefere que as negociações sobre o assunto sejam conduzidas pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) e o Ministério da Indústria, da Argentina.

O encontro será também um oportunidade para avaliar o que foi desenvolvido em áreas de cooperação entre os países nesses sete meses do governo da presidenta Dilma.

Durante a visita de Dilma à Argentina, em janeiro, as duas presidentas reafirmaram a proximidade entre os países e falaram em crescimento aliado à inclusão social dos povos dos países latino-americanos.

Após cumprir a agenda de compromissos com a presidenta Dilma, Cristina Kirchner irá inaugurar a nova sede da embaixada da Argentina em Brasília. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva irá participar do evento.

Herdeira política do marido, Néstor Kirchner, que governou a Argentina de 2003 a 2007 e morreu no ano passado, Cristina Kirchner é candidata à reeleição no pleito que ocorre no dia 23 de outubro. Um total de oito candidatos concorrem à presidência da Argentina.

Tags: dilma, kirchner

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.