Jornal do Brasil

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Cultura

'Um Ozu do nosso tempo', destaca crítica sobre 'Entre-Laços'

Jornal do Brasil

Não é a toa que ‘Entre-laços’ ganhou o prêmio Teddy no Festival de Berlim do ano passado, o prêmio do público no último Festival Mix Brasil e outros. Há uma comunicação popular clara como nem sempre acontece, e temos de reconhecer quando a apreciação coletiva se dá por um projeto realmente especial. É como se o filme se apropriasse dos ensinamentos do mestre japonês Yazujiro Ozu e trouxesse dele o viés familiar, os encantos simples do dia a dia e o cotidiano transformado em poesia para 2018, com um tema pertinente tratado fora do panfleto e imerso na sensibilidade.

Vivendo com os constantes desaparecimentos da mãe, a pequena Tomo tem 11 anos e já se acostumou com a presença do tio. Só que seu tio agora tem uma namorada, que já foi rapaz. Ao conhecer a transsexual Rinko, a menina se espanta, mas a ligação entre elas é rápida e ambas se tornam a mãe que uma não teve e a filha que a outra jamais poderá ter em vias naturais. E o filme, que já tinha começado a construir sua ode à tolerância antes mesmo da entrada de Rinko em cena, costura com delicadeza a história do amadurecimento emocional de Tomo, e apresenta sua nova configuração familiar com esmero.

Produção japonesa está mergulhada na sensibilidade

Independente de o tema estar na pauta do dia, o sétimo longa da japonesa Naoko Ogigami raramente se vale de algo externo para compor sua teia de relações. Dotado de elementos típicos do melhor cinema japonês, apenas a atualização de um ambiente tão caro a seus conterrâneos já seria suficiente para justificar a existência. Naoko ainda demonstra mais que sensibilidade; talento em enquadramentos, na captação da sutil emoção, da distância e da aproximação tão equilibradas, além da identificação popular já comprovada, que fazem de “Entre-laços” na surpresa positiva deste primeiro semestre. (F.C.)

____________

ENTRE-LAÇOS: *** (Muito Bom)

Cotaçõeso Péssimo; * Ruim; ** Regular; *** Bom; **** Muito Bom

____________



Tags: cinema, critica, cultura, filme, regular

Compartilhe: