Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Cultura

Poeta e professor Pedro Lyra morre aos 72 anos

Jornal do Brasil

Morreu na última segunda-feira (23), aos 72 anos, o poeta Pedro Lyra, em Campos, no Rio de Janeiro. Ele havia sofrido um infarto na madrugada do dia 8 para o dia 9, e lutava pela vida desde então.

Pedro Lyra também colaborador do Jornal do Brasil entre 1976 e 1985, colaboração retomada em 2008. Ele nasceu em Fortaleza (CE) , e foi professor da Faculdade de Letras da UFPb de 1970 a 1972; da Unifor, de 1973 a 1975; da UFC, de 1975 a 1981, quando se transferiu para a da UFRJ, onde ficou até aposentar-se, em 1997. 

Professor Visitante em universidades de Portugal (1986, 1990), Alemanha (1987) e França (1989-90, 1993), pronunciou conferências nas de Lisboa e do Porto, de Bonn e de Colônia, de Viterbo e de Roma, e de Paris-III/ Sorbonne Nouvelle. 

Durante 10 anos, foi colaborador do Jornal do Brasil. Por cerca de 20 anos, a partir de 1984, coordenador da coleção Nossos Clássicos da Editora Agir. É sócio titular do PEN Clube do Brasil, seção do Rio. Ex-editor e membro da Comissão Editorial da revista Tempo Brasileiro. Colaborador do Jornal de Letras, Artes e Ideias e da revista Colóquio/Letras de Lisboa; e de Latitudes – Cahiers Lusophones, revista luso-francesa editada em Paris. 

Mestre em Poética (1978), Doutor em Letras (1981), pela UFRJ, e pós-doutor em Tradução Poética pela Sorbonne, onde atuou por dois anos (2004- 2005) como pesquisador convidado. Compulsoriamente aposentado da UENF aos 70 anos, em 2015, continuou em plena atividade produtiva como Professor Visitante/Titular de Poética nessa universidade até sua morte. Sua obra reúne mais de 30 volumes, de poesia, crítica e ensaio. 

Tags: colaborador, infarto, jb, literatura, morte

Compartilhe: