Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Cultura

Sesc Ginástico, no Rio, faz programação especial para fãs de rock 

Jornal do Brasil

O mês de novembro começa com programação especial para os fãs do Rock. Quatro bandas - Camisa de Vênus (1º), Ira! (2), Picassos Falsos (8) e Plebe Rude (9) – vão fazer shows a preços populares no Teatro Sesc Ginástico, no Centro do Rio de Janeiro, na Série Musical Rock na Cabeça. O evento surge com o intuito de resgatar a memória e celebrar as bandas que levantaram a cena Rock dos anos 80. As apresentações serão às terças e quartas, às 19h30.

Depois de um recesso de mais de cinco anos, o Ira! está de volta aos palcos desde 2014. O guitarrista Edgard Scandurra e o vocalista Nasi, ao lado de uma nova banda, chega aos palcos do Sesc Ginástico o show Folk, turnê mais intimista com voz, violão e guitarra. Nunca antes testado por estes roqueiros, o formato pretende mostrar como nascem as canções como “Flores em Você”, Dias de Luta”, Girassol”, “Flerte Fatal”, “Um Dia como Hoje” e outras tantas.

“Eu não Matei Joana D’Arc”, “Simca Chambord” e outras 15 músicas para cantar junto com o grupo Camisa de Vênus, que está de volta aos palcos, prometendo matar a saudade. A turnê é nacional e atende aos pedidos dos fãs. Em 35 anos, foram gravados sete álbuns e um DVD que valeram aos roqueiros uma coleção de discos de ouro e platina. A formação terá os fundadores Marcelo Nova (vocal) e Robério Santana (baixo), acompanhados de Drake Nova e Leandro Dalle (guitarra) e Clélio Glouster (bateria). 

Uma das primeiras a misturar rock, soul e funk com baião, afoxé, maracatu e samba, a carioca Picassos Falsos vai reviver “Carne e Osso”, “Quadrinhos” e “O Homem que não Vendeu sua Alma”. O repertório baseado no disco “Supercarioca”, acrescido de músicas de seus dois outros álbuns, Picassos Falsos (1987) e Novo mundo (2004).

Para fechar a programação, os brasilienses da Plebe Rude vão celebrar seus 30 anos com um mix de antigas e novas canções. Nesse show os componentes originais Philippe Seabra e Andre X mais Clemente Nascimento e Marcelo Capucci tocam canções desde o primeiro disco, “O Concreto Já Rachou”, ao “Nação Daltônica”, último trabalho da banda, passando pela premiada trilha sonora do filme “Faroeste Caboclo”. A Plebe Rude esteve presente no epicentro das mudanças que formaram a história moderna brasileira. Formada em 1981, em Brasília, a banda ajudou a formar o movimento punk do Planalto Central e a participação no Festival Rock na Cabeça marca também os 30 anos de lançamento de “O Concreto Já Rachou”, o álbum mais importante da Plebe Rude até hoje.

Tags: apresentação, camisa de vênus, cultura, ira!, música, picassos falsos, plebe rude, sesc, show

Compartilhe: