Jornal do Brasil

Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

Cultura

Dois anos sem Michael Jackson: relembre a carreira do rei do pop

Portal Terra

Exatamente dois anos atrás, o mundo perdia Michael Jackson, aquele que durante sua vida ostentou o título de rei do pop. Mesmo após sua morte, o cantor não perdeu a majestade: ganhou um filme exibido mundialmente nos cinemas com fragmentos de ensaios e preparativos daquela que viria a ser sua última turnê This is It (2009, dirigido por Kenny Ortega), um álbum póstumo (Michael, 2011, que inclui duetos com Akon, 50 Cent e Lenny Kravitz) e outros projetos esperam ser lançados, só dependem da liberação da justiça.

Ainda em junho de 2011, o clipe de Crowdsourcing estreou no Facebook como parte do legado de Michael Jackson. Foi um projeto lançado em esfera global e fez com que pessoas de todos os cantos do mundo pudessem gravar sua homenagem ao cantor. O resultado foram 15 mil vídeos de 103 países diferentes. A versão final foi dirigida por Dennis Liu.

Michael ainda será imortalizado pelo Cirque du Soleil em um espetáculo musical, previsto para estrear em outubro. O espetáculo Michael Jackson: Immortal World Tour passa pelo Canadá, depois segue em turnê pelos Estados Unidos. O concerto será composto por hits memoráveis do cantor e canções inéditas que o astro estava finalizando. Outro projeto que o tem como tema é do rancho Neverland, antiga casa do rei do pop, ser recriado em um hotel-cassino de Las Vegas, nos Estados Unidos, cuja previsão para ficar pronto é em 2013.

Multifacetário Michael

Cantor, empresário, compositor. O artista esteve sempre envolvido em polêmicas. Durante seus anos de carreira, foi alvo de crítica dos jornais por tentar mudar a aparência. Além das inúmeras cirurgias, a controvérsia sobre sua doença incurável, o vitiligo, ainda paira: a opinião pública o critica pelo fato dele não aceitar sua cor, negra.

Infância e adolescência

Michael Jackson nasceu em 29 de agosto de 1958 em Gary, Indiana, o sétimo de nove irmãos. Cinco dos irmãos Jackson - Jackie, Tito, Jermaine, Marlon e Michael - apresentaram-se juntos pela primeira vez em um programa de calouros quando Michael tinha 6 anos. Eles levaram o primeiro prêmio. O grupo, mais tarde, tornou-se o The Jackson Five, e, quando assinou contrato com a gravadora Motown Records, no final dos anos 1960, passou por uma metamorfose final, virando The Jackson 5. Michael Jackson fez seu primeiro álbum solo em 1972.

Casamento e família

Em 1994, Jackson casou-se com a filha única de Elvis Presley, Lisa Marie, mas o casamento terminou em 1996. No mesmo ano, Jackson oficializou sua união com Debbie Marie Rowe e eles tiveram dois filhos antes de se separarem, em 1999. Apesar do relacionamento, eles nunca moraram juntos. Jackson tem três filhos: Prince Michael I, Paris Michael e Prince Michael II, este último conhecido por um momento público breve em que seu pai o segurou para fora da sacada de um hotel, provocando alarme generalizado.

Volta por cima

Depois de vários recomeços falsos, Jackson e a promotora musical AEG Live anunciaram que ele faria 50 shows na 02 Arena em Londres. A previsão era que o cantor começasse os concertos em 13 de julho. Jackson vinha ensaiando na região de Los Angeles para os shows em Londres, cujos ingressos esgotaram horas depois de começarem a ser vendidos, em março.

Anúncio da Morte

Michael Jackson morreu na tarde de uma quinta-feira (25 de junho de 2009) após sofrer uma parada cardíaca e ser levado às pressas para o hospital UCLA Medical Center, em Los Angeles, nos EUA. Aos 50 anos, o cantor não respirava quando os paramédicos chegaram à sua casa. Ele deu entrada no hospital em estado de coma. A morte de Jackson foi confirmada por um porta-voz do Instituto Médico Legal de Los Angeles em entrevista à rede de TV CNN pouco antes das 20h30 (horário de Brasília).

Conrad Murray

Contratado pela AEG Live (empresa responsável pela turnê This is It) para tomar conta da saúde do astro, o médico particular do popstar, Conrad Murray, foi apontado como principal suspeito de sua morte. Murray foi acusado de homicídio culposo (aquele que não tem a intenção de matar) em fevereiro de 2010 por causa da overdose de medicamentos e uma intoxicação com o anestésico Propofol, que levaram Michael ao óbito. Sua morte foi constatada vinte minutos depois de receber uma injeção de Propofol, enquanto o doutor se ausentou para atender a uma ligação telefônica. O caso está em andamento e o julgamento deve ocorrer em setembro.

Tags: Michael Jackson, dois anos, morte

Compartilhe: