Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

Cultura

Exposição sobre maior acidente nuclear do Brasil abre neste domingo

Jornal do Brasil

 

Mãos de Césio é uma exposição fotográfica sobre o maior acidente nuclear ocorrido no Brasil, o acidente radiológico de Goiânia, conhecido como o acidente com o Césio 137. Um prédio do Instituto Goiano de Radioterapia destruído e abandonado com um aparelho de radioterapia desativado foi a causa deste “Chernobyl do Brasil”, classificado como nível 5 na Escala Internacional de Acidentes Nucleares.

Um aparelho construído nos anos 1950 para tratar câncer virou uma bomba radioativa, quando dois   catadores de ferro velho, sem conhecimento do perigo, tiraram deste aparelho, com quase 20 gramas da substância radioativa, o Césio 137. Assim começou uma reação em cadeia que afetou e destruiu  a vida de centenas de pessoas. A  parte afetada do corpo mais visível foram as mãos, porque com elas foram feitos os primeiros contatos com este elemento altamente radioativo.

Chegada das vítimas do césio no Rio de Janeiro
Chegada das vítimas do césio no Rio de Janeiro

A Exposição começa no dia 1º de maio, uma homenagem aos centenas de trabalhadores civis e militares que ajudaram as primeiras vítimas e “limparam” este Chernobyl do Brasil em um ato heróico. Estes trabalhadores,  enfermeiras, médicos, bombeiros, policiais militares, pedreiros e motoristas, em muitos casos também perderam a sua saúde e suas vidas por causa da radioatividade do Césio, chamado de o brilho da morte.

Mãos de Césio irá mostrar fotos do Acervo da Associação das Vítimas do Césio 137 de Goiânia, do Programa Memória Roberto Pires e do Centro de Pesquisa e Documentação do Jornal do Brasil (CPDoc JB).

O Curador é Norbert G. Suchanek, Jornalista e Correspondente da  Alemanha com experiência em assuntos do meio ambiente há mais de 20 anos. Mãos de Césio não é a sua primeira exposição importante. Em 2004, ele organizou a exposição “450 anos de São Paulo”, com  o patrocínio da Prefeitura de Munique e do Museu Nacional de Antropologia (Staatliches Museum fuer Voelkerkunde), na Capital da Bavária.

A exposição Mãos de Césio tem apoio da Fundação Heinrich Boell, da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro e da Escola Técnica Estadual Adolpho Bloch.

Assistente de Produção: Márcia Gomes de Oliveira, Socióloga

Jornalistas estão convidados para a Vernissage da Exposição Mãos de Césio, dia 30 de abril, às 19h, no Centro Cultural Laurinda Santos Lobo, Rua Monte Alegre, 306, Santa Teresa.

Tags: exposição, mãos de césio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.