Jornal do Brasil

Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo

Mais do mesmo

Jornal do Brasil

Ao elevar pesadamente ontem, no horário eleitoral, o tom das críticas a Eduardo Paes, Índio da Costa deitou talvez a última cartada para evitar o desfecho de uma eleição que a cada dia parece estar mais com as favas contadas. Índio colou Eduardo ao velho (P) MDB do Rio, uma estratégia que até então só Garotinho e o Professor Tarcísio vinham adotando. O problema é que, nos últimos meses, enquanto Eduardo acumulou acertos, Índio errou feio, errou rude. Saiu das últimas eleições com 9% dos votos da capital e viu seu capital se reduzir a 3%. Os motivos para a desidratação, dizem aliados, se concentram na aliança que Índio fez com o Bispo Crivella, de quem foi secretário e depois saiu brigado. Ele acreditava que com os votos da cidade e mais o capital político da Universal, se credenciaria como o nome de centro que venceria o segundo turno tendo a seu favor o medo da inexperiência de Romário, das reinações de Garotinho ou do que o PSOL faria no governo. Eduardo por outro lado puxou parte do PT para o seu lado imobilizando a esquerda e tratou de se limpar do passado. Quem reparar no horário eleitoral, verá que nos programas de Marco Antônio Cabral ou Cristiane Brasil, por exemplo, sequer aparece o nome ou logo do ex-alcaide. As últimas eleições do Rio foram marcadas pela disputa de um outsider oriundo da sociedade civil (Denise Frossard, Gabeira, Freixo) contra candidatos do sistema. Este ano, a sociedade civil sequer conseguiu construir uma candidatura.

No estaleiro
Amiga da coluna, que sabe tudo e mais um pouco de futebol, estava ontem na fila do Pró-Cardíaco, em Botafogo, e jura de pés juntos que viu o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, chegar com o braço machucado, furar a fila e seguir direto para o atendimento. A assessoria do hospital negou a ocorrência.

SOS Churrasquinho
Deu no D.O.. “Tendo em vista as infrutíferas tentativas, pelos usuais meios de comunicação”, o Instituto de Pesos e Medidas notifica fabricantes de 50 produtos a comparecer ao órgão para procedimento pericial. A lista é difusa. Vai desde os tradicionais Matte Leão e Sal Grosso Cisne ao queijo parmesão ralado Presidént, passando por sete tipos de azeite, 13 de macarrão, azeitonas verdes e alho triturado. Querem acabar com o domingão da rapaziada.

Lá como cá
Quem assistiu ao jogo de ontem entre Itália e Portugal, achou muito estranho o Estádio da Luz, em Lisboa, aparentar vazio. O problema é que até o fim do primeiro tempo, a fila para retirar os ingressos que foram comprados online ainda se perdia de vista, por problemas na bilheteria do estádio. Muitos torcedores acabaram acompanhando a transmissão pelo celular.

Mó dureza...
Não está fácil pra ninguém. Se em anos antes um panfleteiro já chegou a receber diária de R$250, a média atual varia entre R$ 50 e R$ 120.

Vacas magras
Em audiência, semana passada na Câmara, o secretário de Fazenda Roberto Barbeiro, afirmou que a receita do Rio até o fim do ano será de R$ 28 bilhões. O número é R$ 2 bilhões a menos do que o divulgado antes pela administração. Calculadora na mão, a vereadora Thereza Bergher fez uma análise ainda mais catastrófica. “A arrecadação bateu hoje R$ 17,4 bilhões”, diz Theresa. “Nesse ritmo chegaremos ao fim do ano com no máximo R$ 26 bilhões”.

-----------

LANCE LIVRE

A galeria Aymoré realizará amanhã, debate sobre a exposição “Farra dos Guardanapos”, com Silvio Barsetti , autor do livro, e do editor Luiz André Alzer. O Shopping Grande Rio e o Colégio Força Máxima, em parceria com o Sebrae-RJ, promoverão palestras e atividades sobre empreendedorismo no próximo sábado.



Recomendadas para você