Jornal do Brasil

Domingo, 27 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Ciência e Tecnologia

“Brilha milhares de vezes mais que uma galáxia inteira”: cientistas descobrem mega buraco negro

Fenômeno engole uma massa equivalente a nosso sol a cada dois dias

Jornal do Brasil

Pesquisadores australianos descobriram o buraco negro que cresce mais rápido do universo conhecido. O fenômeno absorve uma massa equivalente ao sol a cada dois dias, engolindo toda sua vizinhança cósmica, a 12 bilhões de anos luz de distância da Terra.

De acordo com os cientistas da Universidade Nacional Australiana (ANU, na sigla em inglês), o buraco negro tem o tamanho de 20 bilhões de sóis, com uma taxa de crescimento de 1% a cada um milhão de anos, indicou a ANU em comunicado nesta terça-feira (15).

“Este buraco negro cresce tão rápido que brilha milhares de vezes mais que uma galáxia inteira devido aos gases que ele devora diariamente, causando muito atrito e calor”, afirmou Christian Wolf, da Escola de Astronomia e Astrofísica da ANU.

O buraco negro teria capacidade de engolir o sol em dois dias

O buraco negro já existia quando o universo - que tem aproximadamente 13,8 bilhões de anos de idade - tinha apenas 1,2 bilhão de anos.

Não sabemos como cresceu tanto e tão rápido na primeira fase do universo”, afirmou Wolf, que ressaltou, “Se este monstro estivesse no centro da Via Láctea, provavelmente faria com que a vida na Terra fosse impossível devido à grande quantidade de raios-x que ele emana”.



Tags: austrália, buraco negro, espaço, nasa, pesquisa

Compartilhe: