Jornal do Brasil

Quinta-feira, 19 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Ciência e Tecnologia

Emissões de carbono do mundo estão em ascensão novamente, diz AIE

Jornal do Brasil

As emissões de carbono da energia aumentaram em 2017 pela primeira vez em três anos, afirmou a Agência Internacional de Energia nesta quinta-feira, prova de que os esforços mundiais para combater as mudanças climáticas estão sendo insuficientes. 

O forte crescimento econômico aumentou a demanda global de energia em 2,1% no ano passado, informou a IEA, com sede em Paris, em um relatório. 

Cerca de 70% dessas necessidades adicionais foram atendidas pelos combustíveis fósseis petróleo, gás e carvão, elevando as emissões globais de dióxido de carbono relacionadas à energia em 1,4%, após três anos permanecendo estáveis. 

O resto da demanda foi coberto principalmente por energias renováveis. 

"O aumento significativo das emissões globais de dióxido de carbono relacionadas à energia em 2017 nos diz que os esforços atuais para combater as mudanças climáticas estão longe de ser suficientes", disse o diretor executivo da AIE, Fatih Birol, em comunicado. 

"Por exemplo, houve uma desaceleração dramática na taxa de melhoria na eficiência energética global, à medida que os formuladores de políticas colocaram menos foco nessa área", disse. 

Mas o aumento global nas emissões de CO2 mascarou grandes melhorias em alguns países, incluindo os Estados Unidos, um grande poluidor. 

De fato, os EUA tiveram a maior queda nas emissões, ajudada por uma maior implantação de energias renováveis. 

As emissões também diminuíram na Grã-Bretanha, no México e no Japão, disse a AIE. 

Agência AFP


Tags: agencia, aumento, carbono, emissoes, energia, mundo

Compartilhe: