Jornal do Brasil

Domingo, 22 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Ciência e Tecnologia

Descoberto mapa estrelar desenhado há 5.600 anos que mostraria supernova

Jornal do Brasil

Novo achado revela que nossos antepassados de 3.600 a.C. tinham profundos conhecimentos sobre o espaço.

Um grupo de cientistas do Instituto de Investigação Fundamental Tata encontrou na região de Cachemira (Índia) uma pintura feita em rocha provavelmente de 3.600 a.C. que representa uma supernova, informa o site Quartz.

De acordo com o estudo realizado pelo astrofísico Mayank Vahia e pelos seus colegas, trata-se da representação mais antiga de supernova, bem como do primeiro mapa estrelar desenhado na história.

​A pedra, com o desenho de 5 mil anos encontrada na Índia, pode ser a imagem mais antiga de supernova

A pedra com o desenho curioso, descoberta pelos cientistas, permaneceu escondida no muro de uma casa na região de Cachemira (Índia). A pintura representa quatro silhuetas sob dois corpos celestes, cada um dos quais coincide perfeitamente com as constelações que as rodeiam.

À esquerda se encontra um caçador com arco e flecha, que significa a constelação de Orion, apontando para o cervo, que é Taurus.

À direita é possível observar outro caçador sustentando uma lança — é Pisces (Peixes), e ao lado dele um cão, que representa a galáxia de Andrômeda.

Apesar de ser difícil determinar a idade exata da pintura, Vahia assegura que o desenho provavelmente seja de 3.600 a.C. O astrofísico está seguro de que o segundo corpo celeste desenhado na pedra possa representar uma supernova, especificamente a supernova HB9.

No entanto, existe um problema. Depois de analisar uma grande quantidade de pedras com pinturas encontradas na região, este é o único caso que representa o mapa estrelar. Por isso, para verificar sua teoria, Vahia necessita encontrar um segundo exemplar deste tipo de representação.

>> Sputnik

Sputnik


Tags: descoberta, desenho, espaço, estrelas, mapa, terra, índia

Compartilhe: