Jornal do Brasil

Domingo, 30 de Abril de 2017

Ciência e Tecnologia

Fiocruz lança livro sobre perspectivas para a saúde no Brasil em 2030

Agência Brasil

Em comemoração aos seus 112 anos, completados nesta sexta-feira, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) lançou nesta sexta-feira (25) o livro Saúde no Brasil em 2030 – Diretrizes para Prospecção Estratégica do Sistema de Saúde Brasileiro. A publicação é resultado de um projeto conduzido pela Fiocruz com a cooperação técnica da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República e da participação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

São textos de 30 especialistas que analisam sobre futuros prováveis para a saúde em 2030, quando o país terá um incremento significativo de sua população idosa – mais de 40 milhões de pessoas com idade superior a 60 anos -, dado que vai obrigar a um redesenho do atual modelo assistencial em saúde. “Isso vai implicar em mais gastos, porque a população mais idosa consome mais serviços de saúde e, portanto, teremos que estabelecer alternativas para esse financiamento”, afirma o médico José Noronha, pesquisador do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (Icict) da Fiocruz.

As necessidades em recursos humanos para o cenário previsível da saúde em 2030 também são abordados no livro. “O idoso requer cuidados multidisciplinares, novas formas de atendimento, como o cuidado domiciliar, cuidados prolongados e paliativos, como no caso dos pacientes de câncer”, disse. Para o pesquisador, a prospecção feita pelo livro é importante para a formulação de políticas públicas para o setor, “já que temos hoje fatores que propiciam um sistema de saúde mais equitativo, mas também aspectos negativos que comprometem essa equidade”.

Segundo José Noronha, a importância econômica do setor de saúde, que hoje corresponde a 8,8% do Produto Interno Bruto (PIB) e emprega cerca de 5 milhões de pessoas, também é abordada no livro. A obra, disponível em versão impressa, está dividida em seis partes: Desenvolvimento, Estado e Políticas de Saúde; População e Perfil Sanitário; Organização e Gestão do Sistema de Saúde; Força de Trabalho em Saúde; Estrutura do Financiamento e do Gasto Setorial e Desenvolvimento Produtivo e Complexo de Saúde.

Tags: criança, dilma, Lula, Ministério, remédio, SAÚDE

Compartilhe: