Mitsubishi fecha fábrica na Austrália após 28 anos de produção

JB Online

SYDNEY - A fabricante de automóveis japonesa Mitsubishi pôs hoje fim a 28 anos de produção na Austrália, após fechar sua fábrica de Adelaide devido à queda das vendas.

Fontes da empresa informaram que nesta quinta-feira (27) foram entregues os últimos 380 veículos, dos quais três serão destinados à caridade e um quarto fará parte da exposição permanente do Museu Nacional do Motor, nesta cidade do sul da Austrália.

Dos quase mil funcionários da fábrica, 500 deixarão nesta sexta-feira (28) seus postos e outros 430 trabalharão no desmantelamento da fábrica, que está previsto para durar 12 meses.

A Mitsubishi adquiriu em 1980 da americana Chrysler a fábrica de Tonsley Park, em Adelaide, e, desde então, produziu mais de 1,1 milhão de veículos, dos que cerca de 100 mil foram exportados.

Em 2005, a companhia cortou 350 postos de trabalho em Tonsley e fechou sua fábrica de Lonsdale, na mesma cidade, dedicada à fabricação de motores.

Antes de anunciar o fechamento da fábrica, a Mitsubishi anunciou que o lucro líquido da companhia caiu entre abril e dezembro do ano passado 54,4%, aos US$ 2,948 bilhões.