Começa o pagamento de aluguel social na Região Serrana do Rio

RIO - A primeira parcela do aluguel social para as vítimas das chuvas que atingiram a Região Serrana do Rio de Janeiro começará a ser paga nesta terça-feira. O cronograma de pagamento começa com as famílias que têm cartão do programa Bolsa Família. A partir do dia 24, o auxílio será pago para quem abriu conta simplificada específica para esse fim na Caixa Econômica Federal.

De acordo com o governo do Estado, o aluguel vai beneficiar 7 mil famílias das sete cidades atingidas pelas chuvas - Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Areal, Bom Jardim, Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto. Seis mil receberão R$ 500, por 12 meses, nas três maiores cidades. Nos outros quatro municípios, mil famílias serão beneficiadas, com R$ 400 mensais. O valor total dos recursos para as sete cidades é de R$ 40,8 milhões/ano.

A parceria da Secretaria com o Ministério do Desenvolvimento Social, a Caixa e o Proderj vai permitir que as famílias recebam o auxílio no banco, como nunca ocorreu antes, segundo o governo. Outra medida citada é que, com esse banco de dados, poderá ser feito acompanhamento social permanente dessas famílias e a integração delas em programas habitacionais definitivos.

Duas mil famílias cadastradas nos abrigos receberão do governo do Estado, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, com recursos do Fundo Estadual de Assistência Social, 2 mil kits com móveis, eletrodomésticos (TV, fogão e geladeira) e utensílios de cozinha.