Vice-governador diz que quer retomar turismo na Região serrana

O vice-governador e secretário estadual de Obras, Luiz Fernando Pezão, disse nesta quarta-feira que o Estado vai lançar campanhas e criar eventos para retomar o turismo nas cidades afetadas pelas chuvas na Região Serrana.

"Queremos trazer de volta os turistas para ajudar no reerguimento do comércio e rede hoteleira locais. Friburgo, por exemplo, poderá ter de volta o festival do chope, que já fez parte do calendário turístico do município. As estradas de acesso estão liberadas e as cidades voltaram à normalidade. A tragédia foi muito grande, mas a resposta dos governos federal e estadual para a reconstrução também é enorme", afirmou o vice-governador.

Pezão disse, ainda, que o Estado continua empenhado na ajuda às vítimas, no resgate de corpos e na reconstrução das cidades.

"São mais de 400 máquinas trabalhando na remoção de lama, destroços, recuperação de pontes e estradas. Apenas em Friburgo são 46 frentes de obra. O hospital e a UPA do município já estão funcionando normalmente, a ponte provisória de Bom Jardim foi instalada ontem, a de Sumidouro deve ser concluída hoje. Enfim, os moradores estão retomando a rotina", destacou o secretário.

Ainda de acordo com o vice-governador, a presidente Dilma Rousseff já recebeu o levantamento feito pelo Estado de reconstrução de 185 pontes/pontilhões nos sete municípios atingidos pelas enchentes. Serão necessários R$ 110 milhões para essas obras.

"O ministro Fernando Bezerra me ligou hoje pela manhã para informar que entregou o relatório à presidenta Dilma. Acredito que até o fim da semana teremos sinalização do ministério (da Integração Nacional)", afirmou Pezão.

As 185 pontes/pontilhões a serem recompostas ou reconstruídas estão localizadas nas cidades de Nova Friburgo (94), Teresópolis (41), Sumidouro (22), Petrópolis (13), Bom Jardim (8), São José do Vale do Rio Petro (5) e Areal (2). As pontes têm variações de dois a 40 metros de vão livre, sete metros de largura e capacidade para suportar até 45 toneladas.