Verba para prevenção de desastres sairá ainda no 1º semestre

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, afirmou nesta segunda-feira que uma força tarefa do ministério agilizará a liberação de recursos para projetos de prevenção de catástrofes naturais. "Em 30 dias, todos os (projetos) que passarem pelo crivo técnico haveremos de contratar e liberar os recursos ainda no primeiro semestre desse ano", garantiu.

O ministro disse ainda que é "dever e obrigação" do governo realizar os investimentos necessários para que a infraestrutura nacional esteja pronta para "reduzir a perda de vidas humanas". Nesta segunda-feira, Bezerra oficializou a proposta de criação de uma linha de financiamento, no montante de R$ 600 milhões, para estruturar a Defesa Civil nos Estados e municípios. A proposta deve ser aprovada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ainda esta semana.

"Sabemos que a Defesa Civil não tem recursos técnicos e humanos para mapear áreas de risco. Essa linha vai permitir a contratação de consultorias e universidades para que possam auxiliar no mapeamento", disse o ministro, durante a abertura de uma reunião do Conselho Nacional de Defesa Civil, em Brasília.

Segundo Bezerra, os recursos também devem ajudar a desenvolver projetos de prevenção e redução de danos provocados por catástrofes naturais. "Muitos projetos são apresentados, mas não têm a consistência ou o rigor técnico necessários para serem transformados em obras que vão prevenir ou mitigar os prejuízos", afirmou