Rio: circulação é restabelecida nas rodovias estaduais, diz DER

O Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER/RJ) divulgou um balanço neste domingo sobre as condições das rodovias estaduais que dão acesso à região serrana, atingida pelas fortes chuvas dos dias 11 e 12 de janeiro. Segundo o órgão, as obras estão em ritmo acelerado e a circulação foi restabelecida nas estradas, mesmo que de forma parcial em alguns trechos.

Segundo o presidente do DER, Henrique Alberto Santos Ribeiro, a complexidade dos danos nessas estradas exige um trabalho minucioso para definir os tipos de serviços que serão realizados. O departamento informou que conta com um efetivo de 250 homens para restabelecer o tráfego nas estradas, com o auxílio de agentes da Polícia Rodoviária Estadual, responsáveis por organizar o trânsito nos locais liberados em meia pista.

Veja a situação das rodovias:

- A RJ-142, que liga Casimiro de Abreu a Mury, distrito de Nova Friburgo, passando ainda por Lumiar, está com o tráfego liberado ao longo de toda sua extensão, com dois pontos em meia-pista: no km 2 (próximo a Mury) e no km 10 (próximo a Lumiar).

- A RJ-150, rodovia que liga Nova Friburgo a Amparo, está com tráfego liberado. Já no trecho entre Amparo a São José do Ribeirão (distrito de Bom Jardim) o tráfego só está liberado para veículos leves.

- A RJ-148, que liga Nova Friburgo a Carmo está com tráfego liberado.

- A RJ-130, rodovia que interliga os municípios de Teresópolis e Nova Friburgo, está com o trânsito monitorado e liberado.

- A RJ-242, rodovia de produção agrícola está em meia-pista em diversos pontos entre a RJ-130 até Campinas, distrito de Nova Friburgo.

- A RJ-146 está dando passagem até o município de Bom Jardim, porém o acesso ao Centro da cidade está interditado devido à queda de uma ponte administrada pela ROTA 116 (Concessionária).

- A RJ-172, que faz a ligação entre Macuco e Manuel de Moraes, segue liberada apenas para veículos leves, com limitador de altura no local, para controlar o acesso a ponte na localidade de Manoel de Moraes.

- A RJ-162, rodovia que liga Rio das Ostras a Trajano de Moraes, o tráfego segue em meia pista no ponto entre os Km¿s 72,0 e 74,0, na altura da localidade de Tapera.

- A RJ-134, rodovia que liga o distrito de Posse, em Petrópolis, à localidade de Campanha, em Teresópolis, passando ainda por São José do Vale do Rio Preto, o DER-RJ conseguiu liberar o tráfego em meia pista, no trecho que liga São José do Vale do Rio Preto a BR-116. Os trabalhos para reconstrução da ponte que possibilita o acesso a São José do Vale do Rio Preto, para quem vem da BR-040, estão acelerados.

Chuvas na região serrana

As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio nos dias 11 e 12 de janeiro provocaram enchentes e inúmeros deslizamentos de terra. As cidades mais atingidas são Teresópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu cerca de 300 mm em 24 horas na região.