Nova Friburgo faz análise geográfica de seu relevo após enchente

Em meio ao trabalho do resgate de corpos, atendimento aos desabrigados e desalojados e a recuperação dos estragos na cidade, a prefeitura de Nova Friburgo, na região serrana do Rio, já iniciou análises geográficas do município, que sofreu várias alterações decorrentes dos estragos causados pela enchente na semana passada.

De acordo com a Secretaria de Comunicação de Nova Friburgo, o trabalho, que é realizado por geólogos e outros profissionais especializados nesse tipo de análise, estuda o novo relevo da cidade, que teve cursos de córregos e rios desviados, entre outras transformações.

Chuvas na região serrana

As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio nos dias 11 e 12 de janeiro provocaram enchentes e inúmeros deslizamentos de terra. As cidades mais atingidas são Teresópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu cerca de 300 mm em 24 horas na região.