Aluguel social para vítimas da chuva no Rio começa em fevereiro

O governo do Rio de Janeiro e as prefeituras dos municípios atingidos pelas fortes chuvas da última semana assinaram um convênio nesta quinta-feira que prevê a liberação de R$ 40,8 milhões para o pagamento do aluguel social aos desabrigados. As famílias devem receber o benefício a partir de fevereiro.

"A perspectiva é que, em fevereiro, 7 mil famílias das sete cidades afetadas recebam o aluguel social. Queremos tirar as pessoas do desconforto, da apreensão, levá-las para uma residência, com um salário digno", disse o governador Sérgio Cabral após assinar o convênio em Teresópolis.

Na sexta-feira as prefeituras começarão a fazer o cadastro dos desabrigados que terão direito ao benefício. O dinheiro atenderá seis mil famílias de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, que receberão R$ 500 por mês. Em Areal, Bom Jardim, Sumidouro e São José do Vale do Preto, o aluguel social será de R$ 400 e vai beneficiar cerca de mil famílias.

Chuvas na região serrana

As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio nos dias 11 e 12 de janeiro provocaram enchentes e inúmeros deslizamentos de terra. As cidades mais atingidas são Teresópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu cerca de 300 mm em 24 horas na região.