Secretária de Educação Cláudia Costin promete acatar sugestões de pais de alunos da Escola de Realengo

Uma psicóloga e uma equipe de primeiros socorros ficarão de prontidão na unidade

RIO - Em reunião com um grupo de representantes de pais de alunos na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo (Zona Oeste do Rio), no dia em que um grupo de alunos retorna à escola, a secretária municipal de Educação, Claudia Costin ouviu alguns pedidos dos pais de estudantes para que eles voltem às aulas com mais segurança. Entre os desejos que serão atendidos está uma psicóloga que ficará de prontidão na unidade juntamente com uma equipe de primeiros socorros.

Ainda segundo a secretária, os pais reunidos com ela nesta segunda (18) pediram também a permanência constante de guardas municipais na porta da escola - para evitar a entrada de pessoas armadas - , dois inspetores, atividades esportivas e artísticas, além de atenção redobrada para as pessoas que mostrarem comportamento apático, como comportava-se Wellington Menezes de Oliveira - assassino das 12 crianças e ex-aluno da escola.

Neste primeiro momento de retorno dos alunos à escola, não haverá aulas em sala, apenas atividades lúdicas, que segundo ela, servirão para que os alunos reconheçam o espaço. 

"Acredito que eles voltarão ao longo da semana. Haverá uma requalificação de espaços, com desenhos, painéis, mosaicos, pinturas. A biblioteca já está instalada em duas salas, que foram as mais atingidas na tragédia. As paredes foram quebradas. O aquário, que foi um pedido dos psicólogos,  já chegou à escola", disse Cláudia.

A estimativa é de que as aulas propriamente ditas só sejam retomadas dentro das três próximas semanas. O tempo, no entanto, depende da evolução das crianças na instituição.

"As crianças precisam sentir novamente a sensação de que a escola é delas. Isso só vai ser possível através da readaptação dos alunos".

Transferências

Mais cedo, o diretor da escola, Luis Marduk, informou que nos últimos quatro dias úteis 20 parentes de alunos pediram a transferência para outras instituições de ensino. Marduk afirmou ainda que já houve algumas desistências ao longo do dia. Segundo Cláudia Costin, a Tasso da Silveira possui cerca de 999 alunos matriculados.