Cabral elogia sargento que impediu uma tragédia maior em Realengo

RIO - O governador do Rio, Sérgio Cabral, esteve na escola onde ocorreu a tragédia em Realengo, na Zona Oeste, e elogiu a atuação do sargento PM Alves, que impediu um massacre maior. O policial participava de uma blitz do Detro contra transporte irregular de passageiros quando foi abordao por duas crianças feridas, que tinham conseguido escapar da escola onde estava o atirador.

O sargento socorreu as vítimas e se dirigiu à escola, onde disparou contra as pernas de Wellington Menezes de Oliveira. Nesse instante, o atirador caiu e se matou com um tiro na cabeça. " O sargento Alves foi fundamental para impedir que o atirador prosseguisse com a matança", elogiou Cabral.

O governador prometeu também prestar auxílio às famílias das vítimas e às crianças que presenciaram todo o drama. "Temos a obrigação de prestar apoio e auxílio às famílias dos meninos e meninas alvos desse psicopata, desse animal que fez essa atrocidade", prosseguiu. 

"Vamos aguardar as investigações para saber como esse psicopata adquiriu as armas e a experiência em lidar com esse tipo de armamento", concluiu o governador