Tepco pagará mais de US$ 11 mil a famílias retiradas de Fukushima

TÓQUIO - A empresa Tokyo Electric Power Co. (Tepco) pagará um milhão de ienes (11.800 dólares) por residência como indenização às milhares de famílias que foram retiradas das proximidades da central nuclear de Fukushima, informa a imprensa japonesa.

Quase um mês depois do terremoto de 11 de março, a Tepco, principal empresa de energia elétrica do Japão, estuda as modalidades para indenizar as 80.000 pessoas obrigadas a abandonar suas casas em um raio de 20 km ao redor da central em consequência do perigo radioativo, segundo o canal público NHK.

O ministro do Comércio, Banri Kaieda, deseja que a indenização, que não será definitiva, seja efetuada rapidamente.

A empresa, proprietária e operadora de Fukushima Daiichi (N°1), terá que calcular ainda com o governo as enormes indenizações que deverá pagar às empresas, agricultores e pescadores afetados pelo acidente nuclear.

O porta-voz do governo, Yukio Edano, afirmou que "a indústria pesqueira, muito afetada pelo acidente, será incluída, evidentemente, nas compensações".

A pesca está proibida em um raio de 20 quilômetros ao redor da central. Também foi afetada pelos vazamentos para o mar de água radioativa.