OSB Jovem - grande orgulho para o Rio

Uma agradável surpresa é ouvir a Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, que se apresentou recentemente no Theatro Municipal do Rio de Janeiro sob a regência de seu maestro, Mateus Araújo. 

O conjunto desenvolve intenso trabalho social, e acreditamos que estes jovens são uma referência verdadeira para os estudantes de música de todo o país, mas, sobretudo no Rio, onde o nível do trabalho pode influenciar e desenvolver o nascimento de várias carreiras para músicos profissionais e músicos de muita qualidade.

A gravação do Malambo, dança final da Suite Estancia de Ginastera, transmite toda a vibração do jovem conjunto, ainda com a esperança dos que começam e ainda com a ousadia de encarar o desconhecido.

Confira um trecho da apresentação no Theatro Municipal:

A temporada de 2012 teve a realização de quatro concertos e programas em que páginas de Schumann, Falla, Guarnieri, Ravel e Nepomuceno foram bravamente executadas. Várias orquestras jovens fazem um excelente trabalho no país, como Neojibá, em Salvador, a orquestra de Barra Mansa, assim como outras de excelência na Região Sul, mas na cidade do Rio de Janeiro precisamos ter uma orquestra de qualidade, e esta orquestra é, sem dúvida, a OSB Jovem.

O BRAVO da coluna ao trabalho desenvolvido pelo conjunto e seu excelente maestro Mateus Araujo.