A estatística da covardia

AGRESSÃO DE MENORES

A

Hospital da USP confirma aumento de 36% no número de crianças e adolescentes vítimas da violência infantil

Emjunho de2009,Sophie Zanger,de4 anos,morreuno hospital, sob suspeita de ter si- do espancada pela tia, Geova- na Santos Viana, e pela prima, Lílian Viana. Já em agosto des- te ano, um caso parecido foi manchete dos jornais do Rio. A menina JoannaMarins, de5 anos, morreu depoisde cerca de ummês emcoma, sobsus- peita de ter sido espancada pe- lo pai. Outrofato ocorreu no iníciodeste mês,quandoum vídeo mostrou imagens do pai agredindo o próprio filho, de dois meses, emPouso Alegre, sul deMinas Gerais.As ima- gens foram flagradas pela mãe da criança. Ao quetudo indica,casos de covardia como estes con- tinuam a se repetir – e aumen- tam. Uma pesquisa do Hos- pital das Clínicas da Faculda- de de Medicina da USP cons- tatou um aumentode 36% noscasos demaus-tratosin- fantisno primeirosemestre deste ano, em relação a 2009. O levantamento foi feito com base nos 60 casos de violência infantil atendidosno pron- to-socorro do hospital.

Continua na página seguinte.