As lentes estão com os diascontados

-->OLHOS-->Dentr o de 10 anos, os óculos de g r au, e mesmo as lentes, podem começar a se tornar obsoletos. Especialistas britânicos desco- brir am um defeito no gene r e s- ponsáv el pela visão saudáv el, que pode ser o principal f ator da mio- pia. Com o no v o conhecimento , eles pode riam começar a desen - v olv er um colírio que e vitaria que crianças se tornassem mío - pes no futur o . P esquisador es diz em que o medicamento pode estar pr onto em até 10 anos. Acr e dita-se que o gene, conhe- cido como RASGRF1, e xer ce um importante papel no desen v olvi- mento do olho e na tr ansmissão de sinais visuais ao cér e br o pa - r a pr ocessamento . Quando o ge - ne é defeituoso , o globo ocular pode cr escer de f orma e xage - r ada, f az endo com que objetos distantes fiquem embaçados. Com a descoberta do gene, os pesquisador es do King’s Colle - ge de Londr es (KCL) an unciam poder pr oduzir um colírio que impediria a def ormação do glo - bo ocular , pr e v enindo , ainda na infância, que crianças desen - v olv essem o distúrbio . A pesquisa, publicada no jor- nal -->Na tur e Genetics -->, a v aliou cer ca de 4 mil gêmeos britânicos – o uso de gêmeos é com um por f acilitar a identificação (e separ ação) de f ator es de criação e da na - tur eza. Depois de estudar a ge - nética de outr as 13 mil pessoas, os pesquisador es confirmar am que 45% dos v oluntários têm o gene, e aqueles com duas có - pias têm pr oba bilidade duas v ez es maior de apr esentar a miopia, compar ados aos que es - tão li vr es do distúrbio . – Sa bíamos que o risco mais acentuado par a ser míope é ter pais que sejam míopes, e pela primeir a v ez estamos identifi - cando genes que podem estar en v olvidos na tr ansmissão da suscetibilidade – comenta Pirr o Hysi, pesquisador do KCL e principal autor do estudo . Chris Hammond, também do KCL, obser v a que a m iopia é o pr oblema ocular mais com um no m undo , e afeta mais de um terço de adultos no Reino U nido . No Br asil, acr edita-se que cer ca de 15% da população apr esentem o distúrbio , o que equi v ale a 28,5 milhões de pessoas. Aqueles que são e xtr emamente míopes carr egam riscos significati v os de uma futur a per da de visão . – P e r c e bemos, já há algum tem- po , que f ator es de risco ambien- tais, como o tr a balho e xcessi v o em lugar es fec hados e a f alta de ati vidade ao ar li vr e, estão en- v olvidos no pr oblema, mas n u nca soubemos o por quê de as pessoas se tornar em míopes – diz Ham- mond. – E sper amos que, enten- dendo mais este mecanismo , pos- samos impedir que as crianças se tornem míopes ou que aquelas que já o são não apr esentem ag r a - v amento do quadr o .-->PREVENÇÃO -->– Colírio também evitaria o agravamento do distúrbioFoto: Rafael MoraesT radução: Maíra Mello-->Cientistas britânicos podem desenvolver em 10 anos colírio que vai curar a miopia