Funcionário terceirizado da Cedae é morto a tiros no Rio

Um funcionário que prestava serviços à Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro) foi morto quarta-feira (25) a tiros na comunidade de Maria de Paula, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio.

Ele estava no local a trabalho e foi surpreendido por criminosos armados que atiraram contra seu carro enquanto tentava fugir. Segundo a Polícia Militar, outro funcionário da Cedae que acompanhava a vítima acionou policiais do 12º BPM, de Niterói. Os militares, que faziam patrulhamento de moto, chegaram ao local e chamaram uma ambulância do Corpo de Bombeiros. 

O trabalhador foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, também em São Gonçalo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Homicídios de Niterói e de São Gonçalo. Em nota, a Cedae informou que está em contato com a empresa Consórcio Módulo — terceirizada que presta serviços à companhia — para oferecer suporte à família da vítima, cujo nome ainda não foi revelado.