Cabral é colocado em solitária após questionar ordem de promotor no presídio

Ex-governador ficou isolado por cerca de cinco horas

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral ficou por cerca de cinco horas numa cela isolada, nesta terça-feira (24), no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, após questionar a determinação de um promotor para que os detentos ficassem de cabeça baixa e voltados para a parede.

De acordo com a defesa de Cabral, o episódio aconteceu pela manhã, durante uma fiscalização do Ministério Público do Rio. O promotor de Justiça André Guilherme teria entrado na Ala E e teria dito para os detentos abaixarem a cabeça e se voltarem para a parede. Sérgio Cabral teria então questionado a necessidade da medida.

Os advogados de Cabral disseram que irão fazer uma representação na Justiça e ao Conselho Nacional do Ministério Público por abuso de autoridade, e entrarão com ação indenizatória pessoal contra o promotor.