Polícia Civil do Rio prende suspeito de matar PM em Duque de Caxias

Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense prenderam um dos suspeitos de envolvimento na morte do policial militar Douglas Fontes Caluete, assassinado no início do mês. O caso ganhou repercussão após a mãe do agente morrer ao reconhecer o corpo do filho. A prisão ocorreu durante operação deflagrada nesta terça-feira (26), na Baixada Fluminense.

Segundo a Polícia Civil, durante ação conjunta com policiais do 15º BPM (Duque de Caxias) na Comunidade da Palmeirinha, os agentes localizaram e prenderam Luiz Felipe Rocha Marins, conhecido como "Tilu".

Ele é apontado como um dos suspeitos de participar da tentativa de assalto que resultou na morte de Douglas Caluete no bairro Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, no início de junho. O policial reagiu à abordagem dos criminosos e foi baleado.

À época, a mãe de Caluete passou mal após receber a informação da morte do filho. Ela foi socorrida à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Sapapui, mas não resistiu e morreu.

Durante a operação desta terça-feira, a Polícia Civil também prendeu três pessoas com mandados de prisão em aberto pelos crimes de roubo, pensão alimentícia e tráfico de drogas.

Os agentes, no entanto, ainda não localizaram três suspeitos de integrar o tráfico de drogas do Complexo da Mangueirinha e participar do assalto que levou à morte do policial Caluete.