Cartas - Irmã de Marielle não será candidata

"Indignação é uma palavra insuficiente para descrever o sentimento diante da manchete de capa do JORNAL DO BRASIL, desta segunda-feira. A exploração da dor, do luto, e da revolta legítima de milhões de pessoas para emplacar uma chamada fantasiosa a respeito de supostas pretensões eleitorais da irmã de Marielle Franco, é um exemplo chocante do pior tipo de prática jornalística. 

É desrespeitoso com a família, com amigas e amigos de Marielle, e com a militância do PSOL, que tem vivido de forma extremamente sofrida o episódio mais brutal de sua história. Não há nem nunca houve uma conversa de dirigentes do partido sobre a possibilidade de candidatura de Anielle. Não exploramos a dor, não exploramos o luto — quem o faz é o jornal, que alça um factóide à condição de manchete de capa. Repudiamos a acusação baixa de que haveria “um consenso que a tragédia apresenta grandes oportunidades. Não deixaremos que nossa dor seja desrespeitada deste modo. Nossos militantes e dirigentes estão unidos em um só sentimento de luto pelo atentado contra nossa companheira, e demandam deste jornal o mínimo de respeito e de responsabilidade profissional que deve ser esperado em momentos como este”. 

Executiva Estadual do PSOL Rio de Janeiro 

NOTA DO JB: 

O JORNAL DO BRASIL mantém as informações publicadas no Informe JB