Anfiteatro da comunidade da Rocinha é revitalizado 

Governo do Estado foi responsável pelas obras de melhoria no local

O anfiteatro da Rocinha, na Zona Sul do Rio, foi reinaugurado e entregue aos moradores da comunidade. O espaço está sob a administração da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj), que também foi a responsável pelas obras de melhoria. As intervenções contemplam a implantação de grades no camarim, recuperação da estrutura elétrica e reforma dos banheiros, além de pintura geral. O anfiteatro fica no Parque Ecológico da Rocinha, ao lado da quadra pública de saibro, onde funciona a Escolinha de Tênis Fabiano de Paula.

"A ideia é que este local seja mais uma opção para atividades culturais e de lazer para a Rocinha. A utilização do espaço é gratuita e está aberta à comunidade para receber desde peças teatrais até apresentações de dança e música, se transformando em um polo cultural", afirmou o presidente da Suderj, Leonardo Morais.

Com capacidade para até 300 pessoas na plateia, o anfiteatro também receberá algumas atividades abrigadas no Complexo Esportivo da Rocinha. É o caso das aulas de dança do território do Caminho Melhor Jovem (CMJ). Atualmente, cerca de 20 alunos fazem aulas de vários ritmos e utilizam o novo espaço para ensaios.

Uma parceria com a UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da comunidade foi firmada para que o espaço receba mais projetos sociais.

Estreia com teatro e monólogo

O grupo teatral Mais Rocinha fez a estreia do anfiteatro. A companhia será uma das que utilizará o espaço para ensaios e apresentações. O grupo vai oferecer, na segunda quinzena deste mês, oficinas de teatro e circo.

"As pessoas tinham que ir para o Vidigal para ensaiar. Agora, a ideia é incentivar que cada vez mais os jovens artistas da comunidade possam utilizar esse espaço em prol da cultura", disse a presidente do grupo, Renata Simões.