BRT Transolímpico: MP apura "suposta malversação de recursos públicos"

Via apresentou rachaduras dias após a inauguração

Na segunda-feira (18), o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) instaurou inquérito civil para apurar uma "suposta malversação de recursos públicos" na construção do BRT Transolímpico. O MP investiga se houve erro elaboração do projeto básico ou executivo ou na aquisição de materiais de qualidade inferior àquela que deveria ser empregada na obra.

A via apresentou rachaduras dias após a inauguração. Placas de concreto da base apareceram quebradas ou desalinhadas.

A Secretaria Municipal de Obras afirmou que os problemas são superficiais, decorrentes da acomodação natural do terreno, e não representam risco.


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais