'É um momento muito difícil para o Brasil', diz Pezão sobre impeachment

Luiz Fernando Pezão (PMDB), governador do Estado do Rio de Janeiro, se manifestou sobre o afastamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado nesta quinta-feira (12). Para o governador, trata-se de "um momento muito difícil para o Brasil". Ele destacou que Dilma é "digna e honrada", mas que agora é preciso atuar junto ao novo governo de Michel Temer (PMDB).

"O Governo do Rio manterá as relações institucionais com o governo federal, na figura do presidente em exercício, Michel Temer, para que, juntos, possamos criar propostas para que o país e o estado superem a crise econômica", disse Pezão, em licença médica.

"Aproveito a oportunidade para manifestar o meu carinho à presidenta Dilma, uma pessoa digna e honrada, e também agradecer o apoio e a ajuda que ela sempre deu ao Estado do Rio de Janeiro", completou o governador.

O Senado aprovou por 55 votos a 22, às 6h35min desta quinta-feira (12), depois de mais de 20 horas de sessão, o relatório de impeachment da presidente Dilma Rousseff e o consequente afastamento da chefe do Executivo do cargo pelo prazo de 180 dias. 

O peemedebista foi notificado da decisão ainda pela manhã, e assumiu a presidência do país. Temer passa a possuir plenos poderes de nomear a equipe de governo e gerenciar o Orçamento da União.

>> Pezão estende licença médica até o final de julho