Polícia prende professor que torturava o próprio filho em vídeo na internet

Policiais civis da Delegaria de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), coordenados pelo Delegado de Polícia Alessandro Thiers, prenderam na manhã de segunda-feira, dia 9 de maio, o professor Fábio de Oliveira Gomes. A prisão aconteceu na casa do professor no bairro Madureira, em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo crime de tortura.

De acordo com as investigações realizadas na unidade, em 3 de fevereiro deste ano, um vídeo estava sendo compartilhado nas redes sociais (facebook e whatsapp) em que Fábio aparecia agredindo com diversos socos e tapas seu próprio filho de apenas 1 ano e 9 meses de idade. Nas imagens é ainda possível observar Fábio esganando seu filho, quase o asfixiando. Após a filmagem, o autor teria enviado o vídeo para a esposa, segundo ele, “para chamar sua atenção”.

O Delegado, ao tomar ciência do vídeo, instaurou de imediato um inquérito policial para apurar os fatos. Os policiais civis realizaram diligências para esclarecer o crime, incluindo a oitiva do autor e de testemunhas. Com base nas provas reunidas, o delegado relatou o inquérito e o encaminhou à Justiça com a representação pela prisão de Fábio.

Com a expedição do mandado de prisão em desfavor do autor, os policiais civis se dirigiram à casa do autor e efetuaram a sua prisão.