Campeã mundial de surfe presencia homem sendo baleado no Rio

Na véspera do primeiro dia de competições da Rio Pro, etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe, os surfistas estadunidenses Conner Cofin e Carissa Moore (atual campeã mundial) presenciaram um homem ser baleado a poucos metros da área onde será realizada a competição.

“Nós vimos um cara tentando escapar de um homem com uma arma. Ele pulou em uma moto, levou um tiro, estava sangrando. Foi bem feio. Eu pensei que ele tivesse escapado, mas ouvi depois que ele foi visto estirado na rua", relatou Coffin à revista Stab.

Segundo Conner, sua passagem pelo Rio de Janeiro está tranquila e a organização da etapa está boa, mas o incidente deixa todos preocupados. “Ver alguém ser baleado num posto de gasolina no meio do dia te deixa alerta. Você só espera não ser pego no fogo cruzado”, acrescentou o surfista.

A etapa carioca já teve de mudar sua localização após reclamações sobre a poluição da água. Neste ano, a Rio Pro será disputada em uma reserva ambiental, na praia de Grumari.