Frei Antônio Moser morre em tentativa de assalto no Rio

Cidade de Petrópolis declarou luto oficial

O Frei Antônio Moser foi morto em tentativa de assalto na BR-040, na altura do quilômetro 107, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. O corpo do líder religioso já foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Frei Moser foi diretor presidente da Editora Vozes e professor de Teologia Moral e Bioética no Instituto Teológico de Petrópolis. Ele era um conhecido conferencista e tinha intensa atuação nos movimentos pastorais na cidade.

A prefeitura de Petrópolis, na região serrana do Rio, declarou luto oficial de três dias. As bandeiras do Palácio Sérgio Fadel foram colocadas a meio mastro.

>> Disque-Denúncia do Rio pede ajuda para identificar assassinos de religioso

Cardeal

O cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, distribuiu nota de pesar pela morte do religioso, que era diretor-presidente da Editora Vozes.

"Acolhemos, com muito pesar, a notícia do falecimento do frei Antônio Moser na manhã desta quarta-feira. Surpreendidos com a notícia, me uno em oração pela sua alma e estendo meu abraço a seus familiares, à toda comunidade, ao bispo da diocese de Petrópolis, dom Gregório Paixão, e aos membros superiores da Ordem dos Frades Menores, da qual ele fazia parte. Apesar da dor, em nome da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, rogo a Deus que o perdoe de suas faltas e o receba em sua infinita misericórdia."

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais