Polícia Civil prende miliciano com arma, munições e mais de R$ 100 mil

Policiais da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam Ciranedes Lopes de Faria, conhecido como "Ned", 45 anos. Ele foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo e de munições de uso restrito e milícia privada.

Segundo os agentes, ele foi capturado em sua casa, em São João de Meriti. No local foram encontrados um revólver calibre 38, 25 munições calibre 9mm e cinco de calibre 38, cheques e R$ 100.436. 

Também foram apreendidas cerca de 20 identidades de diversas pessoas e anotações que comprovam seu envolvimento com agiotagem. Ainda de acordo com a especializada, Ciranedes faria parte da mesma milícia privada responsável pelo homicídio do policial militar Diego Santos de Oliveira e o irmão Diogo Santos de Oliveira, no sábado, em São João de Meriti.