Ação policial nos morros da Providência e do Pinto acaba com mais de 20 presos

A policia apreendeu também drogas, armas, joias e material para endolação

A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que 22 pessoas foram presas durante a operação desencadeada por policiais da 4ª Delegacia (Central do Brasil) nas comunidades da Providência e do Pinto, no Centro do Rio, nesta quinta-feira (4)

O objetivo era cumprir 54 mandados de prisão. Desses, três eram de busca e apreensão de menores e 16 de busca e apreensão domiciliar. A ação contou com apoio da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Providência visando combater o tráfico de drogas remanescente naquela localidade.

De acordo com o delegado Claudio Vieira, titular da 4ª DP, as investigações tiveram início há cerca de seis meses e contaram com a integração com os policiais da UPP da Providência que ajudaram na identificação dos traficantes. Ainda segundo o delegado, entre os presos está o gerente do tráfico do Morro do Pinto, José Carlos Martinez, o Carlinho, capturado em apartamento de classe média em Copacabana, na Zona Sul do Rio. 

Na ação, os policiais apreenderam quatro pistolas e um revólver, 1496 pedras de crack, 1480 sacolés de cocaína, 120 trouxinhas de maconha, seis telefones, um tablet, dois notebooks, joias e material para endolação. Os agentes encontraram ainda três mil e quinhentos reais e cem dólares.

Oitenta e duas equipes da Polícia Civil participaram da operação, com agentes de delegacias distritais e especializadas, além da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e do helicóptero.