Condomínio do Minha Casa, Minha Vida é invadido no Rio

A Polícia Militar do Rio acompanha a negociação de representantes da Secretaria Municipal de Habitação do Rio com invasores dos apartamentos de um conjunto habitacional do Programa Minha Casa, Minha Vida, em Guadalupe, na Zona Norte do Rio.  De acordo com a polícia, a situação é pacífica.

O condomínio foi invadido no domingo (9), após homens fortemente armados renderem os seguranças do empreendimento e darem ordens para a invasão. Em fase final para entrega, o conjunto habitacional é constituído de 11 blocos, com cinco andares cada, e 240 apartamentos.

A Caixa Econômica Federal, responsável pelo empreendimento, vai pedir a reintegração de posse dos imóveis, para garantir o direito dos beneficiários selecionados de acordo com os critérios do programa.

No boletim de ocorrência policial a Caixa informa que as obras do conjunto estão concluídas. O habite-se foi emitido no último dia 23 e só falta concluir a fase legal no Registro Geral de Imóveis para a entrega dos apartamentos.

A prefeitura do Rio acompanha o caso da invasão do condomínio Guadalupe, com a Caixa Econômica Federal, mas, em função da gravidade do caso, solicitou apoio das forças de segurança para a retirada dos invasores e a reintegração imediata dos imóveis.

Segundo a prefeitura, "as unidades habitacionais deverão ser entregues às pessoas de baixa renda, sorteadas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. A entrega dos apartamentos às famílias sorteadas ocorrerá assim que os imóveis sejam desocupados e devolvidos à Caixa".