MPRJ denuncia assistente social por desvio de dinheiro

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Promotoria de Justiça junto à 1ª Vara Criminal de Nilópolis, denunciou a assistente social Jeanne Pierre dos Santos por peculato. Jeanne, que trabalhava no fórum de Nilópolis, apropriou-se de quantias em dinheiro, encaminhadas para pagamento de transação penal, para adquirir material de construção e produtos de limpeza para uso próprio.

Para comprovar os gastos sem levantar suspeitas, a assistente social apresentou cópias das notas fiscais em favor da Creche Casulo Nossas Crianças cobrindo o nome do real comprador. Procurado por uma testemunha, o Ministério Público apurou que a nota fiscal em questão referia-se, na verdade, a compra na loja C&C Materiais de Construção, com endereço de entrega como sendo a residência da denunciada, e não a instituição beneficiária. A outra nota fiscal refere-se à compra de lenços umedecidos e foi feita em Bento Ribeiro, local próximo à residência de Jeanne.

Caso condenada, a funcionária pública pode cumprir de dois a doze anos de prisão, além de estar sujeita ao pagamento de multa.