Protesto contra aumento das passagens de ônibus tem 18 presos

Pelo menos 18 pessoas foram detidas pela Polícia Militar na Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio, durante protesto contra o aumento nas tarifas do transporte público, nesta quinta-feira (16). 

Centenas de manifestantes participaram do ato. O grupo fechou a Avenida Rio Branco e seguiu em direção à Assembleia Legislativa do Rio. Às 19h, muitos deixaram o local devido ao temporal que caiu na cidade, mas os que continuaram seguiram pela Rua Araújo Porto Alegre em direção ao Palácio Pedro Ernesto, onde fica a Alerj.

A manifestação foi convocada pelo Fórum de Lutas Contra o Aumento da Passagem e pela Operação Pare o Aumento. Os manifestantes reivindicam plena gratuidade para os usuários do transporte público no Estado através da reestatização do sistema. Cobram ainda  melhorias dos metrôs, trens, ônibus e barcas.

Na última segunda-feira (13), um reajuste de 5,7% surpreendeu os usuários dos ônibus intermunicipais. As passagens de ônibus que custavam R$ 2,80 passaram a valer R$ 3,00. O bilhete único também acompanhou o aumento. O mais barato passou de R$ 4,95 paga R$ 5,25.