RJ: suplente de vereador é preso em operação contra pirataria em Teresópolis

Uma operação contra a pirataria prendeu um suplente de vereador na manhã desta quinta-feira, em Teresópolis (RJ), a 90 quilômetros do Rio de Janeiro. João Altair Cáceres Marones Júnior, conhecido como Júnior Mansour, concorreu à Câmara Municipal da cidade pelo PSL e recebeu 903 votos. Mansour foi preso em flagrante com DVDs piratas, armas e cinco aves silvestres contrabandeadas.

Outras três pessoas também foram presas em flagrante. Um deles, identificado apenas como Anderson, vulgo Cocote, seria chefe do tráfico do morro do Rosário e já teve passagem pelos presídios de Água Santa e Bangu II por tráfico de drogas.

A Operação Bittus Serrano já havia apreendido pelo menos cinco armas, além das aves silvestres e de drogas e celulares. A ação foi organizada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) e teve o apoio da Polícia Militar. A operação foi batizada em referência a um inseto característico da região.