Policiais são condenados a 6 anos de prisão por extorsão a comerciantes no RJ

O delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro Carlos Alberto de Andrade Souza e os inspetores Luís Carlos de Castro Gandra, Ivanildo Ribeiro de Souza e Pedro da Silva Gonçalves foram condenados a seis anos de prisão e perda de cargo público pela Justiça fluminense pelo crime de extorsão qualificada. 

Além deles, um advogado foi condenado pelo crime de corrupção ativa. A condenação ocorreu na terça-feira (8), mas a informação foi divulgada nesta sexta-feira

De acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), eles extorquiam diversos comerciantes das cidades de Italva e Cardoso Moreira, no Norte do Estado. Eles estão presos preventivamente desde 23 de julho de 2012.

Segundo o MP, o advogado intermediava as negociações e arrecadava os valores extorquidos das vítimas, além de prestar “orientação jurídica” às vítimas para que cedessem às exigências dos policiais. 

Esta é a primeira condenação recebida pelo grupo, que ainda responde em mais quatro processos às acusações de formação de quadrilha armada e extorsão qualificada.