Em protesto contra sumiço de morador, manifestantes da Rocinha voltam às ruas

Moradores da favela da Rocinha, no bairro de São Conrado, voltaram a ocupar, no início da noite de hoje (19), as pistas da Autoestrada Lagoa-Barra, na zona sul da cidade. Eles protestam contra o sumiço de um morador que, segundo os manifestantes, foi visto sendo levado para a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Por causa da manifestação, o trânsito na região, que normalmente é congestionado no horário, ficou parado. Os túneis Rafael Mascarenhas e Zuzu Angel foram fechados nos dois sentidos. A prefeitura desviou o fluxo de veículos para a Avenida Niemeyer, que liga o Leblon a São Conrado pela orla.

É a segunda vez esta semana que os moradores da Rocinha bloqueiam a autoestrada, exigindo informações sobre o desaparecimento. O ato ocorreu na quarta-feira (17) e provocou um grande engarrafamento na região. Na mesma ocasião, outro grupo de manifestantes fazia um protesto nas proximidades da residência do governador Sérgio Cabral, no Leblon, e que resultou em ações de vandalismo perpetradas por baderneiros infiltrados na manifestação.