Ajinomoto vende macarrão com insetos e larvas

A empresa foi notificada pelo Procon Rio e poderesponder processo

A indústria Nissin-Ajinomoto Alimentos terá que retirar das prateleiras do Rio de Janeiro de dos lotes do macarrão instantâneo Cup Noodles. A determinação foi do Procon RJ, que através de denúncias de consumidores constatou que o produto estava sendo comercializado com insetos e larvas. Simone Alencar, Keren Klayanne e Vanessa Fiedler chegaram a ingerir o alimento e levaram o copo com o macarrão, sabor galinha caipira, para os fiscais comprovarem a denúncia. O Procon informou, em nota, que o lote afetado é o D0892. A denúncia foi registrada nesta terça (03/07), na Secretaria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon).

Amostra do produto foi encaminhada para perícia, na Delegacia do Consumidor e a Nissin já foi notificada e deverá responder processo criminal. No Procon, Simone disse que estava acompanhada das duas amigas quando deu a primeira garfada no macarrão e não percebeu nada anormal. 

- A minha amiga que deu a segunda garfada foi quem percebeu. Quando puxamos o garfo veio muita larva. O produto estava absolutamente lacrado, não tinha perfurações no copo ou no plástico. Então, deduzimos que os insetos tinham vindo da fábrica, relatou ela no Procon.

Em nota, a Nissin-Ajinomoto Alimentos Ltda informou que já tomou as providências necessárias para investigar a denúncia das consumidoras e ressaltou que "a Nissin-Ajinomoto respeita e segue rigorosamente a legislação da Vigilância Sanitária no que dispõe às Boas Práticas de Fabricação e Comercialização". Em outro trecho do comunicado, a indústria diz que as "unidades fabris atendem a rigorosos padrões de qualidade desde a seleção dos fornecedores até a distribuição dos nossos produtos".