Policiais federais vão às ruas em protesto pacífico

O ato defende a reestruturação da carreira e pede fim à corrupção

O combate à corrupção, defesa da reestruturação da carreira e melhor salário para os escrivães, papiloscopistas e agentes (EPAs) são as duas bandeiras que os policiais federais do Rio de Janeiro vão levantar em uma manifestação que vai acontecer nesta sexta (28/06), pelas ruas do Centro da cidade. O ato, promovido pela Comissão de Mobilização das EPAs, tem o apoio do Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal do Estado do Rio. 

De acordo com o Sindicato da classe, os agentes federais não recebem aumento há cinco anos e lutam pelo reconhecimento das atribuições de nível superior pelo Governo. A presidente do sindicato, Valéria Manhães, disse que o prazo dado pela Federação Nacional dos Policiais Federais ao Governo para apresentar uma proposta concreta à categoria termina no próximo domingo.

- Quem não é visto, não é lembrado. Queremos um compromisso firmado pelo Governo de que nossa reestruturação vai sair. Até agora, o que temos é apenas uma mesa de negociação com o terceiro escalão", justifica Valéria. O protesto começa às 9h e a concentração será em frente à Superintendência Regional da PF, na Praça Mauá, no Centro do Rio.