Campanha de vacinação contra poliomielite continua no Rio até dia 28

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite terminou nesta sexta-feira (21), mas o Rio de Janeiro vai estender a vacinação até o dia 28 de junho. Com cerca de 781 mil crianças já vacinadas (83% do público-alvo), o estado está atualmente na nona posição em relação ao ranking nacional. A meta de 2013 é imunizar 95% da população dentro da faixa etária alvo da campanha, num total de 890 mil crianças no estado do Rio de Janeiro. 

Até essa sexta-feira, apenas 27 dos 92 municípios do estado haviam atingido a meta. A região Centro Sul Fluminense tem até o momento o maior percentual de crianças vacinadas: 95,08, seguida pela região Metropolitana I (87,17%), Noroeste Fluminense (81, 69),Baixada Litorânea (80,83) Serrana (81,27), Litoral Sul Fluminense (75,27), Metropolitana II (74,14%) e Médio Paraíba (72,33%). A região Norte é a que tem menor cobertura (68%). 

Faixa Etária

Nenhum grupo atingiu a meta de 95% no Rio de Janeiro até este momento, sendo os bebês com menos de 1 ano de idade os mais cobertos pela imunização: 93,42,6% até esta sexta-feira (21). Já a faixa etária de menor cobertura está nas crianças com até 1 ano: 74,44%.

Na campanha, as crianças recebem a vacina oral (VOP), as famosas gotinhas. É importante que os pais apresentem a caderneta de vacinação nos postos para que o profissional de saúde possa avaliar a situação vacinal da criança, já que a imunização contra a pólio acontece em várias etapas. Aos 2 e aos 4 meses, a criança é imunizada com a vacina inativada poliomielite (VIP, injetável); aos 6 meses (3ª dose) e aos 15 meses (reforço), ela recebe a vacina oral (VOP).

Vacina

A vacina contra a pólio é segura. Ela se destina a todas as crianças menores de cinco anos, mesmo as que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia. No caso de crianças que sofrem de doenças graves, recomenda-se que os pais consultem profissionais nos postos e centros de saúde, para serem avaliadas. Crianças com febre acima de 38º C ou com alguma infecção também devem ser avaliadas por um médico.