Polícia pedirá prisão de enfermeiro suspeito de estuprar paciente no Rio 

A polícia do Rio anexou ao processo as imagens das câmeras de segurança e vai pedir mais uma vez a prisão do técnico de enfermagem Brivaldo Xavier, acusado de ter estuprado uma paciente que estava internada no CTI do Hospital Quinta D'Or, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio. O primeiro pedido foi negado pela Justiça.

Brivaldo Xavier foi indiciado por dois crimes de estupro contra a vítima. Se for condenado, poderá pegar de 16 até 30 anos de prisão.

Em entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, a mulher revelou que não estava em plena consciência quando foi assediada. Os abusos, segundo ela, aconteceram na madrugada do dia 11 de maio. 

Brivaldo Xavier prestou depoimento à polícia e negou as acusações. Ele disse que foi diversas vezes ao leito porque um dos monitores estava apitando e incomodando a paciente. O problema não consta no prontuário de atendimento dela. 

O Hospital Quinta D´Or abriu uma sindicância interna e demitiu o técnico de enfermagem por quebra de protocolo.