Júri julga nesta terça mais três acusados de matar juíza Patrícia Acioli

Mais três réus acusados de participação no assassinato da juíza Patrícia Acioli, ocorrido em agosto de 2011, serão julgados pelo 3º Tribunal do Júride Niterói, a partir das 8h desta terça-feira (29/1), sob a presidência do juiz Peterson Barroso. Os réus são os policiais militares Jeferson de Araujo Miranda, Júnior Cezar de Medeiros e Jovanis Falcão Júnior.

A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro convocou seus associados para acompanhar o julgamento.

Até agora, apenas um réu foi condenado. O cabo Sérgio Costa Júnior, um dos 11 policiais militares acusados da execução da juíza, foi punido com 21 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, por homicídio triplamente qualificado (torpeza, assegurar a impunidade de outros crimes e emboscada), e também por formação de quadrilha. O júri ocorreu em 4 de dezembro do ano passado.

O presidente da Amaerj, desembargador Claudio dell’Orto, divulgou nota, nos seguintes termos:

 "A Amaerj espera que este segundo julgamento transcorra dentro de um clima sereno, que seja respeitado o espaço do tribunal do júri,que todos os debates e as discussões sejam técnicas e que, ao final, o juiz e o tribunal tenham a tranquilidade de fazer a justiça que toda a sociedade brasileira espera, em especial o povo do Rio de Janeiro".