Cidades da Baixada Fluminense estão com risco de transbordamento de rios

Os rios Pavuna e Capivari, que cortam os municípios de São João de Meriti, Duque de Caxias e Belford Roxo, na Baixada Fluminense, estão em alerta máximo com risco de transbordamento, de acordo com boletim divulgado na tarde de segunda-feira pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

O rio Pavuna nasce no município do Rio de Janeiro, na divisa com São João de Meriti, e está com o nível acima da cota, por conta da chuva forte verificada durante a tarde em algumas regiões do município do Rio e da Baixada Fluminense. O rio Capivari corta os municípios de Duque de Caxias e Belford Roxo e também está em alerta máximo, devido a grande quantidade de chuva.

O prefeito de Petrópolis, na região serrana, Rubens Bomtempo recebeu nesta segunda-feira representantes do governo japonês que integram a Japan Internacional Cooperation Agency (Jica). O encontro pode garantir a Petrópolis uma parceria técnica e financeira com o Japão para o desenvolvimento de projetos na área de Defesa Civil.

"O Japão é um case internacional na questão da redução de desastres. Por isso, existe interesse do município em poder contar futuramente com técnicos de um país que tem acúmulo de experiência nessa área. Será uma troca muito importante, principalmente na área pedagógica, onde precisamos inserir a cultura da prevenção", disse Bomtempo.

O diretor da Jica, Norihito Yonebayash, disse que a prefeitura tem se preocupado em melhorar as condições da Defesa Civil municipal e do sistema de sirenes para alertar a população em caso de chuvas fortes. "O prefeito tem se empenhado em melhorar as condições da Defesa Civil local. Ficamos muito felizes quando percebemos que o assunto é uma real preocupação dos governantes em uma cidade que tem uma geografia complicada. Podemos trocar experiências e ajudar Petrópolis com investimentos em contenção, drenagem e estabilizações de talude", afirmou.