Passageiros voltam a reclamar do calor no Aeroporto Santos Dumont

Mesmo após a Agência Nacional de Aviação (Anac) anunciar uma multa de R$ 250 mil à Empesa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) pelas falhas no sistema de ar-condicionado do Aeroporto Santos Dumont, na região central da capital fluminense, passageiros que circulavam hoje (3) pelo terminal reclamavam do calor no local. Treze dias depois do primeiro problema, ventiladores instalados pela Infraero, pelas lojas e companhias aéreas em algumas partes do aeroporto ainda estavam em funcionamento.

Apesar das queixas dos passageiros, o superintendente do aeroporto, Aparecido Oliveira, disse que o problema não tinha relação com o funcionamento do sistema de ar-condicionado do terminal, mas com o calor atípico que tem atingido a cidade nas últimas semanas.

"Todo o sistema de ar condicionado está funcionando normalmente, nós não temos como expandir mais do que isso, o que ocorre é que têm feito um calor atípico na cidade do Rio de Janeiro . O terminal de embarque de passageiros é similar a um tubo semitransparente. Quando a temperatura aumenta, o local virá uma espécie de estufa. Todo espaço do aeroporto é coberto de vidro, as pessoas têm a sensação de estar mais quente, mas está tudo funcionando perfeitamente. E quanto aos ventiladores, nós já estamos providenciando a retirada deles, pois não são mais necessários", disse.

Para o comerciante Arnaldo Rios, que foi ao terminal embarcar amigos para São Paulo, para embarcar, a situação no aeroporto ainda não é a ideal. "É um absurdo que os turistas, por exemplo, sejam recebidos na cidade com essas condições. Hoje está até razoável”, declarou.

A veterinária Cláudia Macedo, que voltava de Curitiba, também manifestou sua indignação com o calor no interior do aeroporto. "O Rio é uma cidade naturalmente quente, aí você chega aqui e não encontra nenhum sistema de ar-refrigerado funcionando. Como a cidade ainda quer trazer grandes eventos para cá, se nem ao menos consegue administrar de maneira competente um aeroporto?”

A primeira falha no sistema de ar-condicionado do Santos Dumont ocorreu no dia 21. No dia 26, os passageiros voltaram a sofrer com o calor. Na ocasião, a Infraero explicou que uma falha no gerador que alimenta o sistema de ar ocasionou o problema.