Governo monta hospital de campanha pediátrico em Niterói

O Governo do Estado convocou a Força Estadual de Saúde e montou um Hospital de Campanha em Niterói, restabelecendo o atendimento de emergência pediátrica no município. O secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, e o secretário municipal de Saúde da cidade, Francisco D'Angelo, assinaram nesta quarta-feira (2) o Termo de Compromisso que prevê a mobilização. 

A unidade foi instalada no estacionamento do Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, o Getulinho, no bairro do Fonseca. Ela ficará em Niterói por 60 dias, que poderão ser renovados por igual período. Já a Força Estadual de Saúde permanecerá no local por 60 dias, podendo ter a permanência prorrogada por mais 30 dias.  

Cinco pediatras, três enfermeiros, um farmacêutico, seis técnicos de enfermagem por turno de 12 horas, além de maqueiros, técnicos de raios-X, fisioterapeutas e profissionais administrativos vão atuar no atendimento que começa nesta quinta-feira (3). A estrutura inclui sala de classificação de risco e de espera, consultórios para pronto- atendimento, enfermaria com cinco leitos de observação, sala vermelha com leito de estabilização, salas de sutura e nebulização e enfermaria com cinco leitos de terapia intensiva. Todas as crianças que procurarem a UPA da cidade serão levadas de van até o hospital. 

"Estamos propondo transformar o Getulinho em referência pediátrica na região. A população precisa desse atendimento. O temos aqui não é uma mera emergência. Temos leitos de UTI com equipamentos que muitos hospitais particulares não têm", afirmou o secretário Sérgio Cortes. 

O Governo do Estado está investindo R$ 585 mil em equipamentos e R$ 529.408,68 mensais em recursos humanos. Segundo o prefeito Rodrigo Neves, a parceria entre o Estado e Município também proporcionou a contratação emergencial de 120 profissionais.